Documentário “The North Canyon – Nazaré Calling” premiado

Distinguido com Melhor Produção Nacional


O Documentário filmado na Nazaré “The North Canyon - Nazaré Calling”, no âmbito do projeto Zon North Canyon, foi distinguido com o prémio Melhor Produção Nacional, pelo júri do S.A.L - Surf At Lisbon Fest, no passado dia 30 de junho, numa cerimónia que decorreu no Cinema São Jorge, em Lisboa.


Depois do galardão de melhor Cinematografia no Aotearoa Surf Film Festival, na Nova Zelândia, o documentário “The North Canyon - Nazaré Calling”, recebeu mais uma importante distinção por um festival internacional [com a atribuição deste prémio pela “Melhor Produção Nacional”].


Trata-se de mais um forte contributo para a concretização dos objetivos de promoção nacional e internacionais previstos na implementação do projeto The North Canyon.


O documentário distinguido foi filmado em 2011, e retrata o recorde mundial do surfista Garrett McNamara, ao ter surfado mais uma onda grande na praia do Norte, na Nazaré.


Garrett McNamara é um dos surfistas de ondas grandes mais conceituados do mundo, e na última década tem percorrido o mundo em busca de novos desafios no mar. O “extreme waterman” foi uma das duas únicas pessoas no mundo a surfar ondas criadas pelo degelo dos glaciares do Alasca no Verão de 2007.


Zon North Canyon Show
O projeto Zon Nort Canyon Show foi iniciado em 2010, é protagonizado pelo surfista havaiano e desenvolvido pela Empresa Municipal Nazaré Qualifica, com o patrocínio da ZON. Inclui a prática de surf, tow‐in e stand up paddle com o objetivo de promover a Nazaré internacionalmente como destino turístico de referência para a prática dos desportos de ondas grandes, e de filmar três documentários que registam a atividade desportiva de McNamara bem como o quotidiano daquela vila.


Canhão da Nazaré
O fenómeno conhecido como “Canhão da Nazaré” (acidente geomorfológico raro, o maior da Europa e um dos maiores do mundo, que consiste numa falha na placa continental com cerca de 170 quilómetros de comprimento e cinco quilómetros de profundidade) canaliza a ondulação do Oceano Atlântico para a Praia do Norte criando grandes ondas e proporcionando condições únicas para a prática desta modalidade.