Skip to content

Nazaré Qualifica

 Noticias seta Noticias seta Nazaré formaliza adesão a programa de incentivo a micro e pequenas empresas
Skip to content

Autenticação






Esqueceu a senha?

Apoios

apoios.png
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
Nazaré formaliza adesão a programa de incentivo a micro e pequenas empresas Imprimir e-mail

nazarequalifica_finicia01.jpg
O Município da Nazaré formalizou, no passado dia 4 de Abril, a sua adesão ao programa FINICIA, com a assinatura do protocolo financeiro e de cooperação que envolve, como parceiros, a “Nazaré Qualifica EM”, o IAPMEI, o BPI, a GARVAL, a NERLEI e a ACISN – Associação de Comércio, Indústria e Serviços da Nazaré.

O FINICIA é um programa de incentivo ao investimento e financiamento de micro e pequenas empresas, em arranque de actividade ou que queiram proceder à modernização dos produtos ou serviços prestados.

O FINICIA Nazaré consiste num fundo financeiro criado pelo Município da Nazaré e o BPI, com uma dotação inicial de 250 mil euros, destinado a apoiar projectos a desenvolver no concelho. O financiamento máximo é de 45 mil euros/projecto, sendo que 20% é assegurado pela autarquia, enquanto os restantes 80% são suportados pelo Banco BPI, com garantia da Garval. O período de reembolso pode ir de três a seis anos, com o máximo de um ano de carência de capital e sem necessidade de apresentação de garantia real, por parte dos empresários.

Na opinião do presidente da Câmara Municipal da Nazaré, Jorge Barroso, o FINICIA «não é uma varinha mágica», mas sim «mais uma ferramenta de apoio à iniciativa empresarial», a juntar a outros «projectos em curso visando o desenvolvimento económico do concelho». Para o autarca, este é mais um passo «para o choque de modernização» que o município deve assumir nos próximos tempos.

Francisco Pegado, em representação do IAPMEI, entidade promotora deste programa de incentivo financeiro, salientou o facto de a Nazaré corresponder ao 60º protocolo FINICIA celebrado no território nacional, envolvendo um investimento global de cerca de 19 milhões de euros.

Por seu lado, Luís Botelho, do BPI, elogiou o Município da Nazaré pela «visão» em tornar-se parceiro «neste esforço de facilitar acesso ao crédito» e, assim, permitir «que as boas ideias não sejam desperdiçadas».

Já Rui Brogueira, da Garval – Sociedade de Garantia Mútua, salientou a importância «de acarinhar as ideias de negócio, porque têm efeitos multiplicadores na economia e na sociedade».

O presidente da ACISN manifestou a sua satisfação pela implementação do FINICIA no concelho, lembrando que «os empresários da Nazaré são os principais destinatários». Segundo Rui Martins, «as pequenas empresas da Nazaré vão ter de modernizar-se e de inovar, porque é preciso oferecer qualidade e criar diferenciação para combater a concorrência».

O fundo financeiro criado no âmbito do FINICIA é um dos projectos inseridos no “Ecossistema Nazaré Concelho Empreendedor”, desenvolvido pela Nazaré Qualifica, EM.

Coube à presidente do Conselho de Administração da empresa municipal, Mafalda Tavares, apresentar os diversos projectos – uns já em curso, outros a iniciar brevemente – que, na sua opinião, «vão permitir que as boas ideias possam saltar do papel para o terreno e criar riqueza».

O ensino do empreendedorismo nas escolas e a dinamização do concurso “Escolas Empreendedoras”; um concurso de ideias de negócio; a criação de um Banco de Ideias (em que os promotores de projectos inovadores podem encontrar potenciais parceiros de investimento); a instalação de uma Incubadora de Empresas na Área de Localização Empresarial de Valado dos Frades, onde os negócios emergentes podem instalar-se a preços competitivos; e a disponibilização de linhas de crédito específicas para “start ups” ou empresas ligadas ao sector do turismo, são alguns dos projectos inseridos no “Ecossistema Nazaré Concelho Empreendedor”.

Actualizado em ( 10-Abr-2008 )
 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >